http://photos1.blogger.com/blogger/4875/4127/1600/para%20blog.1.jpg Ensaios Poéticos: "Escrever além do que a vida me tem reservado..."

domenica, novembre 19, 2006

"Escrever além do que a vida me tem reservado..."

Quando penso que de platônico viaja minha existência, penso e repenso em formas anti-angustiantes, insisto, buscar o amor... Ser de minha natureza, que se esvazia de si, busca, encontra... Em mim...
Vazio de ser... Platônica, ignorar as chances não intencionais, buscar de azul... Peças incandescentes, versar em média a cor do meu batom “bronze”...
Esperar sempre pelo primeiro beijo... primeira fala...
De imagens semióticas... estou endoidecendo...
"Busca enlouquecida da arte que me mate..."
Por amor fazer o que deixastes para ontem...
Sou mais que lume... Mais que bronze “boca”... clarear...
Querendo dizer de frases que já foram ditas... Pensar em palavras comedidas...
Viagem de azuis, verões, versões, mais que anti-terrorista; trabalhar para a paz...
Que jaz...
Finda minha noite em luas... Consome tais palavras cruas... O verso ficou calado...
Amado seja dado como findo... fundado...firmado...devorado palavras tais...
Sou mais que sente tudo isso... Platônica... Posto significado...
Quero versar de luas em letras banais... Não cabe meu ser versado...
Céu sempre enluarado... Ganhar estrelas... E para não dizer... um não conceito meu...
Que de ventos, e ventanias se esqueceu... Sinto o vento aqui... que já foi passado...
Entre fundos, fundadores infundados...
Para completar as doideiras de tais palavras, letras perfeitas, a mando do amor que não aconteceu...
Fico eu e meu furor... serenidade que esmaeceu...diante do ontem, puro amor que não me deu...


*******************************************************************

Per toccare tuo piccole mani… Tocco … Piccolo gesture… di un desiderio grande…unirsi le vostre mani…In mia mani... Li tiene...

0 Comments:

Posta un commento

Links to this post:

Crea un link

<< Home